miércoles, 22 de octubre de 2008

"Quando não conseguimos o que queremos, melhor mudar de atitude"

(Publio Terêncio Afer, ator cômico latino, 195-159 a.C.).
É até fácil colocar a culpa em alguém ou no "azar" pelos fracassos, difícil é mudar a maneira de pensar. O que pensamos e como pensamos é que determina o que atraímos. Há pessoas que vivem em função do fim do mês para pegar o salário e em poucos dias ficar sem dinheiro novamente. Os outros dias são um peso, pois seus pensamentos estão centrados no pagamento. Pensando assim deixam de atrair novas perspectivas. Outros só pensam em negociar para ganhar mais, mesmo que para isso precisem enganar alguém. Esta maneira de pensar faz com que até seu relacionamento doméstico vire um comércio. Outros acham que o poder é oriundo da força. Pensam que o mundo é dos mais fortes e que "as artes marciais" e/ou as armas lhe darão poder. Seus pensamentos estão voltados para atividades "bélicas". Há também os que acreditam na força interior dada pelo estudo e vida mais natural. Seus pensamentos estão buscando respostas. Por estarem às vezes no "mundo da lua" esquecem obrigações simples. São todos exemplos de grupos de pessoas cuja maneira de pensar determina suas vidas. Assim sendo, quando mudamos a maneira de pensar, mudamos o que estamos atraindo para nossa vida.

(Reflexão feita por José Irineu Nenevê).

2 comentarios:

DIEGO dijo...

AHHHHHHH NOOOOOO... ESTO SE FUE A LA MIERDA... DECIME DONDE BUSCO LOS SUBTÍTULOS...
BESO

M@rin@ dijo...

No me vas a decir que no se entiende!?
Na na naaaaaaaa!!! un poquito de voluntad!